Blogs são poderosos para influenciar compradores

Fonte: E-commerce Brasil |

Cerca de dois terços dos consumidores que acessam blogs afirmam que suas decisões de compra são influenciadas por posts que mencionam uma marca ou promoção, segundo pesquisa realizada pela Burst Media. No entanto, quando levado em conta os compradores da faixa etária de 18-34 anos, a influência dos blogs é ainda maior, com aproximadamente 8 em cada 10 entrevistados de ambos os gêneros afirmando ter consumido por influência dessa mídia. Ainda assim, mulheres com idade entre 35-54 anos são 24% mais propensas que suas contrapartes masculinas a sofrer influência de blogs (65,8% contra 52,9%).

No geral, 57% dos entrevistados relatam ler frequentemente blogs. As mães (61,3%) são as leitoras mais ativas, seguido por homens (56,1%) e outras mulheres que não têm filhos (55%). Cerca de 3 em cada 4 mães dizem que suas decisões de compra são influenciadas por conteúdos de blogs.

De acordo com uma pesquisa divulgada pela BlogHer, em março de 2012, 61% das mulheres que acessam frequentemente blogs fizeram compras com base em recomendações encontradas nestes locais.

Redes sociais também influenciam

46,6% dos entrevistados afirmam que publicações feitas por amigos em redes sociais exercem muita ou pouca influência sobre suas preferências de marca e / ou decisões de compra. Esta opinião é mais evidente entre os consumidores da faixa de 35-44 anos (60%), seguido por aqueles com 18-34 anos (50,1%), 45-54 anos (29,9%) e 55 anos (29,9%).

Anúncios de display potencializam interações em redes sociais

Dados da pesquisa também apontam que 1 em cada 4 consumidores – incluindo um terço de mulheres mães – são pouco ou muito inclinados a seguir uma marca, produto ou serviço em redes sociais após tê-los vistos em sites de conteúdo através de anúncios de display. Os jovens de 18-34 anos são os que mais interagem após serem impactados (32,3%), seguido por aqueles com 35-54 anos (23,4) e acima de 55 anos (13,8%).

Outros dados importantes:

As mulheres são mais ativas em redes sociais do que os homens: 49% dos entrevistados do gênero feminino afirmam acessar plataformas sociais diversas vezes por dia, enquanto a proporção de homens que faz o mesmo é de 34%.

A maioria (37,1%) dos consumidores afirma passar a maior parte do seu tempo em sites de conteúdo, em comparação com 16% que preferem as redes sociais. Entre as mães, a diferença é menor (29,2% contra 21,7%).

Mais de 3 em cada 5 inquiridos gostam de seguir seus sites favoritos de conteúdo em redes sociais, sendo as mulheres mais propensas do que os homens a fazer isso (66,4% contra 56,9%). As mães são bastante engajadas, com cerca de 7 em cada 10 afirmando seguir frequentemente (27,4%) ou ocasionalmente (43,2%) sites de conteúdo em redes sociais.