E-Commerce de moda se populariza no Brasil

Fonte: E-Commerce News |

O comércio de roupas e acessórios pela internet é uma realidade cada vez mais presente no Brasil, segundo um levantamento realizado pelo Mercado Livre. 51,4% dos consumidores afirmam que utilizam a internet frequentemente para adquirir itens de vestuário, enquanto 18% revelam comprar esporadicamente.

O preço é o atributo mais ponderado no momento da decisão de compra, fator lembrado por 71% dos entrevistados. Além disso, 47,4% destacam a variedade de estilos e modelos que os sites proporcionam e 28% confirmam que gastam entre R$ 100,00 e R$ 200,00 mensais em produtos do gênero.

Para a gerente de desenvolvimento de vendedores do MercadoLivre, Flávia Marcon, os itens de vestuário serão cada vez mais importantes para o e-commerce. “O segmento de moda tem apresentado um crescimento representativo e, a médio prazo, deve se tornar um dos mais relevantes para o comércio eletrônico. Oferecer uma melhor experiência de navegação para este público tem sido uma prioridade para o MercadoLivre e, pensando nisso, desenvolvemos novas funcionalidades nos anúncios, como a possibilidade de definir as disponibilidades de cores e tamanhos de sapatos oferecidos”, afirmou a executiva.

Se considerado o ranking de produtos mais vendidos na plataforma MercadoLivre, o segmento de moda vem registrando um crescimento acelerado. Em 2008, a única categoria de roupa que constava entre as Top 10 eram as camisas de times de futebol (oitavo posto). No levantamento de 2011, a categoria de calçados, roupas e bolsas estava em quinto.

A pesquisa ouviu 753 usuários do Mercado Livre no Brasil, de 25 estados, entre os dias 22 e 26 de julho. 59,4% dos entrevistados foram homens.